Cinquentenário da Morte de Aquilino Ribeiro
Cinquentenário da Morte de Aquilino Ribeiro - I Sessão
"Aquilino - O Homem e o Escritor"
Fotos Fernando Bento
25 de Fevereiro |Panteão Nacional |18h30
Cinquentenário da Morte de Aquilino Ribeiro -II Sessão
Biblioteca da Assembleia da República, dia 19 de Março, 18h30.
Tema: "Aquilino - O Tempo da Clandestinidade e dos Exílios"
Oradores: Alfredo Caldeira, Fernando Rosas, José Manuel Mendes e Mário Cláudio.
Fotos Fernando Bento
Rosa Maria Martelo vence o GRANDE PRÉMIO DE ENSAIO "EDUARDO PRADO COELHO" APE/C. M. DE VILA NOVA DE FAMALICÃO - 2012, com a obra "O Cinema da Poesia" (Ed. Documenta).

O Júri deliberou por unanimidade e foi constituído por Clara Rocha, José Cândido Martins e José Carlos Seabra Pereira.
Rosa Maria Martelo

Nasceu no Porto, em 1957. É professora associada com agregação da Faculdade de Letras da Universidade do Porto e investigadora do Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa. Doutorada em Literatura Portuguesa, tem estudado a poesia moderna e contemporânea e as relações inter-artísticas (poesia/cinema). Algumas publicações: Carlos de Oliveira e a Referência em Poesia (Campo das Letras, 1998), Em Parte Incerta. Estudos de Poesia Portuguesa Contemporânea (Campo das Letras, 2004), Vidro do Mesmo Vidro - Tensões e deslocamentos na poesia portuguesa depois de 1961 (Campo das Letras, 2007), A Porta de Duchamp (Averno, 2009), A Forma Informe - Leituras de Poesia (Assírio & Alvim, 2010, Prémio Jacinto do Prado Coelho), O Cinema da Poesia (Documenta, 2012). Organizou, com Joana Matos Frias e Luís Miguel Queirós, a antologia Poemas com Cinema (Assírio & Alvim, 2010). Tem colaboração dispersa em várias publicações colectivas nacionais e estrangeiras, e em diversas revistas (Colóquio/Letras, Relâmpago, Telhados de Vidro, Diacrítica, Cadernos de Literatura Comparada, Abril, Tropelías, entre outras).
                                                                                                     30 ANOS DO
                                                                          GRANDE PRÉMIO DE ROMANCE E NOVELA


                                                            Fundação Calouste Gulbenkian (Auditório 2)
                                                                           15 de Abril - 18h30

José Cardoso Pires, Agustina Bessa-Luís, Mário Cláudio, António Lobo Antunes, David Mourão-Ferreira, Vergílio Ferreira, João de Melo, Paulo Castilho, Maria Gabriela Llansol, José Saramago, Helena Marques, Mário de Carvalho, Teolinda Gersão, Augusto Abelaira, Rui Nunes, Fernanda Botelho, Maria Velho da Costa, Lídia Jorge, Mafalda Ivo Cruz, Vasco Graça Moura, Francisco José Viegas, Filomena Marona Beja, Julieta Monginho, Rui Cardoso Martins e Gonçalo M. Tavares, recordados na sessão dos 30 anos do Grande Prémio de Romance e Novela.

Esta cerimónia contou com a apresentação de um vídeo evocativo - uma breve historia do Prémio, a entrega do galardão 2011, ao livro premiado “O Lago”, de  Ana Teresa Pereira e a terminar, assistiu-se a um concerto do pianista Luís Pipa. 
Fotos Fernando Bento
Cerimónia de entrega do GRANDE PRÉMIO DE CRÓNICA APE/C. M. DE SINTRA - 2009/2010 a Ricardo Araújo Pereira.

A cerimónia oficial de entrega do Grande Prémio de Crónica APE/Câmara Municipal de Sintra ao autor galardoado, Ricardo Araújo Pereira, pelo seu livro “Novas Crónicas da Boca do Inferno” (Tinta-da-China), terá lugar em Sintra, no Auditório da Biblioteca Municipal - Casa Mantero, no dia 25 de Junho, pelas 18h00.

A sessão conta com presença do Presidente da Câmara Municipal, Prof. Doutor Fernando Seara, do Presidente da Direcção da Associação Portuguesa de Escritores, Dr. José Manuel Mendes, do porta-voz do júri, Prof. Doutor Manuel Frias Martins, do premiado, Ricardo Araújo Pereira e outras personalidades.

Integralmente patrocinado pela Câmara Municipal de Sintra e dotado de cinco mil euros, foram já anteriormente distinguidos os escritores: Maria Judite de Carvalho, Ilse Losa, Manuel Poppe, Álvaro Guerra, Mário Cláudio, Baptista-Bastos, João Barrento e José Cutileiro.
                                                                    
Esta obra foi premiada, por unanimidade, pelo júri: Alice Vieira, Manuel Frias Martins e Manuel Jorge Marmelo.
                                       GRANDE PRÉMIO DE ROMANCE E NOVELA
                                               - MUITO BREVE HISTORIAL -
 
                                           
                                                                             
Intervenção de José Correia Tavares

No tão curto espaço de tempo que me é dado, para traçar o historial, necessariamente
                                               O LAGO, DE ANA TERESA PEREIRA

                                                                                         
José Manuel de Vasconcelos

Kate, personagem principal de O Lago, de Ana Teresa Pereira, dirigindo-se a
II sessão do ciclo Aquilino Ribeiro - Cinquentenário da morte (1885-1963)

Dia 19 de Março de 2013 - 18h00 - Biblioteca da Assembleia da República
Tema: Aquilino - O Tempo da Clandestinidade e dos Exílios
Com Alfredo Caldeira, Fernando Rosas, José Manuel Mendes e Mário Cláudio
Fotos Fernando Bento
Sessão de entrega do Grande Prémio de Crónica a Ricardo Araújo Pereira

Casa Mantero| Sintra - 25 de Junho de 2013
Urbano Tavares Rodrigues
Sessão pública de entrega do Prémio Vida Literária
(10 de Fevereiro de 2003)
Homenagem sentida da
Associação Portuguesa de Escritores
Cerimónia de entrega do GRANDE PRÉMIO DE ENSAIO EDUARDO PRADO COELHO a Rosa Maria Martelo

Dia 18 de Setembro, 17h30, Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco

O Grande Prémio de Ensaio “Eduardo Prado Coelho”, vai ser entregue no dia 18 de Setembro, pelas 17h30, a Rosa Maria Martelo, pelo seu livro  
“O Cinema da Poesia” (Ed. Documenta), na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, em Vila Nova de Famalicão.

A cerimónia conta com a presença do Presidente da Associação Portuguesa de Escritores, Dr. José Manuel Mendes, do Presidente da Câmara  
Municipal, Arquitecto Armindo Costa, do Porta-voz do júri, Prof. Doutor José Carlos Seabra Pereira e da premiada, Rosa Maria Martelo.

O júri, nesta quarta edição, relativamente aos livros publicados em 2012, foi constituído por Clara Rocha, José Cândido Oliveira Martins e José Carlos  
Seabra Pereira.
António Ramos Rosa
   (1924-2013)
Poeta decisivo, desde da 2.ª metade do século XX.
Uma presença luminosa no futuro da poesia portuguesa.

Homenagem comovida da
Associação Portuguesa de Escritores
Por ocasião da entrega do Grande Prémio de Poesia da APE, no dia 2 de Abril de 2007             Fotos de Fernando Bento
Querida Agustina


Deixe-me celebrá-la aqui no dia do seu aniversário.
Depor na brancura da sala, esta que partilhamos, flores colhidas algures na infância, no termo de Amarante. Beijar-lhe o rosto entre júbilo e veneração. Dialogar consigo. Através dos livros, no silêncio das horas. Saúdo-a, saúdo os seus, o Alberto Luís, a família. Sou apenas uma presença remota e muito próxima, lendo-a, ouvindo-a, não sei ler as suas páginas sem o fascínio de a ouvir, e digo, Parabéns, Agustina, Mulher e Escritora única. Amiga. Acredite, não estou sozinho. Faço-me palavra de mil outros, sem mandato, mediúnica, canção diante de uma porta aberta. Pedimos para si, e não só hoje, toda a serenidade feliz.

O seu
José Manuel Mendes
Foto de Fernando Bento
                                                     COMUNICADO DE IMPRENSA

A Associação Portuguesa de Escritores (APE) informa que o júri do Grande Prémio de Romance e Novela APE/Secretaria de Estado da Cultura - 2012, constituído por José Correia Tavares, que presidiu, Ana Marques Gastão, Clara Rocha, Isabel Cristina Rodrigues, Luís Mourão e Manuel Gusmão, reunido, na manhã de hoje, pela 2.ª vez, destacou, como finalistas, por unanimidade, e de entre os 80 livros publicados em 2012, admitidos ao concurso, 5 finalistas.

Por ordem alfabética do primeiro nome dos respectivos autores, são estes os títulos dos seus romances: Jesus Cristo Bebia Cerveja (Afonso Cruz); E a Noite Roda (Alexandra Lucas Coelho); A Rapariga Sem Carne (Jaime Rocha); O Varandim seguido de Ocaso em Carvangel (Mário de Carvalho) e O Banquete (Patrícia Portela).

Tudo leva a crer que a deliberação final do júri ocorra ainda neste mês.

O Grande Prémio de Romance e Novela APE/SEC, nesta sua 31.ª edição (foi instituído em 1982), tem o valor pecuniário de 15.000 euros.


Lisboa, 4 de Novembro de 2013.

                                                                                          A Direcção                                                                                   
O livro «Mazagran»,
de J. Rentes de Carvalho vence o
GRANDE PRÉMIO DE CRÓNICA APE/C. M. DE SINTRA
O júri constituído por Francisco Duarte Mangas, Manuel Frias Martins e Serafina Martins, atribuiu, por unanimidade, o Grande Prémio de Crónica APE/C. M. de Sintra ao livro “Mazagran”, de J. Rentes de Carvalho (Quetzal).

Este prémio, no montante de € 5.000,00 (cinco mil euros) é integralmente patrocinado pela Câmara Municipal de Sintra e estavam a concurso 34 obras publicadas em 2011 e 2012.
Biografia (fonte: www.jrentesdecarvalho.nl)

J. Rentes de Carvalho (1930), de ascendência transmontana, nasceu em Vila Nova de Gaia, tendo vivido aí até 1945. Frequentou no Porto o liceu Alexandre  
Herculano, e mais tarde os liceus de Viana do Castelo e Vila Real. Fez o serviço militar em Lisboa, onde simultaneamente frequentou os cursos de  
Românicas e Direito. Obrigado por razões políticas a abandonar Portugal, viveu no Rio de Janeiro, em São Paulo, New York e Paris, tendo nessas cidades  
trabalhado para os jornais O Correio Paulistano, O Estado de São Paulo, O Globo e a revista O Cruzeiro. Em 1956 passou a viver em Amsterdam, na  
Holanda, para onde foi como assessor do adido comercial da embaixada do Brasil. Licenciou-se na Universidade de Amsterdam com uma tese sobre O povo  
na obra de Raul Brandão. Nessa universidade foi docente de Literatura Portuguesa desde 1964 até 1988. Desde então dedica-se principalmente à  
continuação da sua obra literária. Universidade de Amsterdam com uma tese sobre O povo na obra de Raul Brandão. Nessa universidade foi docente de  
Literatura Portuguesa desde 1964 até 1988. Desde então dedica-se principalmente à continuação da sua obra literária.
Celebração dos 30 anos do GRANDE PRÉMIO DE ROMANCE E NOVELA
15 de Abril de 2013 - Fundação Calouste Gulbenkian

Vídeo evocativo
Autoria de Lia Freitas
GRANDE PRÉMIO DE ROMANCE E NOVELA APE/DGLAB - 2012
Um júri, composto por José Correia Tavares, que presidiu, Ana Marques Gastão, Clara Rocha, Isabel  
Cristina Rodrigues, Luís Mourão e Manuel Gusmão, reunindo hoje, pela 3.ª vez, deliberou, por  
unanimidade, atribuir o Grande Prémio de Romance e Novela APE/ Direcção-Geral do Livro, dos  
Arquivos e das Bibliotecas  - 2012, ao romance E a Noite Roda, de Alexandra Lucas Coelho  
(Tinta-da-China).

Os 80 livros admitidos ao concurso, de igual número de escritores, 52 homens e 28 mulheres, têm a  
chancela de 41 editoras - uma das participações mais altas de sempre.

Em 31 anos consecutivos, o Grande Prémio de Romance e Novela da APE, dotado com 15 000 Euros,  
já galardoou 27 autores, de 17 editoras, havendo apenas 4 que bisaram: Vergílio Ferreira, António  
Lobo Antunes, Agustina Bessa-Luís e Maria Gabriela Llansol.

É patrocinado pela Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, Câmara Municipal de  
Grândola, Fundação Calouste Gulbenkian, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, Instituto Camões e  
Sociedade Portuguesa de Autores.
Foto de Fernando Bento
legenda: 2002/Tróia, quando recebeu o Grande    Prémio de Romance e Novela 
O galardão, integralmente patrocinado pela Caixa Geral de Depósitos, distingue, assim, uma personalidade da nossa cultura, com um percurso devotado à Literatura Portuguesa.

O Prémio, no valor monetário de 25 mil euros distinguiu, até ao presente, as seguintes personalidades: Miguel Torga, José Saramago, Sophia de Mello Breyner Andresen, Óscar Lopes, José Cardoso Pires, Eugénio de Andrade, Urbano Tavares Rodrigues, Mário Cesariny, Vitor Aguiar e Silva, Maria Helena da Rocha Pereira e João Rui de Sousa.
Maria Velho da Costa galardoada com o Prémio Vida Literária - APE/CGD
A sessão de entrega do Prémio "Vida Literária" a Maria Velho da Costa, realiza-se, no próximo dia 14 de Dezembro (Sábado), pelas 18h00, na Culturgest - sala 2, (Edifício Sede da CGD), em Lisboa.
Foto de Fernando Bento
GRANDE PRÉMIO DE CRÓNICA - 2011/2012 APE | CM DE SINTRA -  J. RENTES DE CARVALHO
Dia 10 | 17h00 | Auditório da Biblioteca Municipal - Casa Mantero
Prémio Vida Literária - Maria Velho da Costa
14 de Dezembro | Culturgest | 18h00
Foto de Fernando Bento
Desenvolvido por: Joaquim Trindade
© 2010 - 2017, APE - Associação Portuguesa de Escritores